Pré-Sal da Corrupção

Pré-Sal – O ouro-preto que enferrujou.

 

Há anos que a nossa grande Petrobrás , passa por um processo doloroso de desvalorização financeira e ética, os escândalos envolvendo funcionários do mais alto escalão da estatal, ultrapassa a linha do absurdo, a empresa que por anos foi símbolo de desenvolvimento tecnológico, profissional e acima de tudo patriotismo, enfrenta nos dias de hoje a maior crise administrativa e financeira de sua historia, acumulando de forma surreal denúncias de desvios de verbas em obras superfaturadas, compra de refinarias com preços acima do valor real de mercado: Exemplo de Pasadena, além das sucessivas descobertas que nascem da operação “Lava Jato”, responsável essa por denúncias sobre ligação entre parlamentares e empresários em contratações de empreiteiras em um período de no mínimo 15 anos, onde se desdenha uma rede de falcatruas de proporções ainda não definida.

Alguns anos atrás, uma grande noticia prestes a ser anunciada haveria de promover um marco histórico no aspecto de valorização mundial de mercado do Brasil, o anúncio da descoberta de uma gigantesca lâmina petrolífera na camada do Pré-sal,provocou ações impensadas de nossos governantes, perante a descoberta, a instituição que até então trabalhava com os pés no chão, conquistando mercado gradativamente através do trabalho e dos avanços tecnológicos, resolveu dá passos além de seu alcance, levou a leilão em pouco tempo a sua descoberta, sem ao menos ter disponível, até então, tecnologia necessária para a extração do novo “Ouro Negro”, essa ação irresponsável e prematura culminou em uma completa falta de interesse do mercado internacional, esse desinteresse foi proveniente da falta de garantias oferecidas, além da guerra governamental que se instaurou entre os estados, onde se localiza as bacias no qual se detectou as primeiras reservas, a “guerra” por porcentagens maiores nos valores distribuídos era evidente, contudo, o leilão aconteceu, o “Bolo” foi dividido de acordo com interesses políticos e por fim os resultados começam a aparecer. O problema é que os resultados não foram e não são satisfatórios, o valor pago no leilão das reservas do pré-sal não foi nem de perto o que vale de fato, tendo em vista que foram duas tentativas falhas por falta de empresas interessadas, em uma terceira e desesperada sacada surge um grupo com participação chinesa que resolve oferecer o valor minimo estipulado para a venda das reservas do pré-sal.

Passado esse momento, venho aos dias de hoje, onde os números que se apresentam envolvidos nas contas de paraísos fiscais lançados, veja só que coincidência, os mesmos que participaram de alguma forma no período pós venda do pré-sal. Levo me então a pensar sobre o assunto, a ponto de fazer-me e lhe fazer caro leitor, a seguinte pergunta: Os valores envolvidos nas transações realizadas por anos de acordo como a “operação Lava Jato” denuncia entre empreiteiras e doleiros juntos aos vários parlamentares denunciados, não dá a impressão de que tudo que esperávamos do pré-sal virou ruína? Todas as expectativas e planejamentos que a atual gestão da Presidenta Dilma nos ofereceu, deixou de existir no exato momento que o “pré-sal da corrupção” veio a tona, provocando indignação e repúdio por todo país.

Resta a nós aguardar os resultados das investigações, sabendo se que será difícil acreditar em um final com resultados concretos, punindo a todos os envolvidos e desmascarando aqueles que são os principais culpados.

 

Clério Silva

 

Joaquim Barbosa pede demissão de ministro

Ex Ministro Joaquim Barbosa sugere demissão de Ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.

 

Ministro usa rede social para criticar encontros de advogados de indiciados na operação lava jato com o Ministro da Justiça.

Em época de escândalos políticos, corrupção devastando a Petrobrás e o Brasil, o nosso Ministro da Justiça, teoricamente representante da Justiça, da verdade, do povo tem encontros no mínimo estranho com advogados das empreiteiras, acho que até uma criança consegue enxergar o cheiro de dedo político, de corrupção, de “politicagem” nesse encontro, época em que a polícia federal e ministério público tenta assiduamente entregar de volta aos cofres públicos e ao povo, o dinheiro roubado por uma quadrilha altamente organizada liderada pelo PMDB e PT e o ministro José Eduardo Cardozo tem esse encontro camarada em que deixou preocupado até o Juiz Federal que acompanha o caso, Sérgio Moro.

Esse encontro precisa ser muito bem apurado e explicado, o Ministério Público precisa investigar esses encontros, punir e mais uma vez demonstrar para população brasileira que está do nosso lado, que não é influenciada pelo PT, o dono do Brasil.

A voz de um povo

 

Voltando a falar do Ex Ministro Joaquim Barbosa, ministro esse já exaltado pela população brasileira, população essa que ficou contente, surpresa com a atuação dele enquanto ministro do STF, bateu de frente com essa corja de bandidos chamado PT, sentiu na pele a pressão exercida pelos políticos brasileiros, que com dinheiro ou apenas com o poder influenciam e corrompem muita gente no Brasil.

O ministro dono de uma personalidade forte e conduta ilibada preferiu sair do STF, na verdade já estava próximo de sua aposentadoria, porém após os últimos dias onde ele deixou claro que “É um cidadão livre, livre das amarras do cargo público”  , fica evidenciado que até um ministro do STF sofre a pressão dos políticos.

O Brasil pode ter um representante de peso, uma voz para um País que se cala, uma voz que está pronta pro combate, que não consegue ingerir corrupção e impunidade, o Brasil precisa dá voz a essas pessoas que tentam fazer com que os brasileiros tenham orgulho da Justiça, que transformem a política atual corrupta.

Ministro Joaquim Barbosa, o Brasil está com você. O Brasil precisa de homens como você.

Pra encerrar uso uma frase usada por ele em sua rede social.

“Os que recorrem à política para solucionar questões relacionadas ao âmbito jurídico não buscam a justiça. Buscam corrompê-la. É tão simples assim”

 

Acorda Brasil

 

Julio Cesar

RedeTV Processa Rafinha Bastos

Entenda o processo que a REDETV está movendo contra o Rafinha Bastos

 

 

RedeTV resolve processar Rafinha Bastos por percepção ao qual o Rafinha fez de sua própria carreira, após comentário em que Rafinha Bastos diz que seu fundo poço foi quando esteve na referida TV apresentando um pífio programa desorganizado chamado Saturday Night Live, mas como assim a RedeTV processar? Ninguém mais pode fazer uma percepção de si próprio? A RedeTV ao invés de tentar melhorar, fazer realmente um programa de vergonha resolve processá-lo ? Que vergonha, não podemos nem dizer que vivemos numa democracia, pois nem enquadra-se ao caso, pois a opinião foi dele falando dele próprio, não denegriu de forma alguma, pelo contrário, se ela tivesse um pequeno discernimento tentaria calar a boca do Rafinha provando que sabe fazer programa.

 

BANALIZAÇÃO DA JUSTIÇA BRASILEIRA

 

Esse processo pífio prova cada vez mais a banalização da justiça brasileira, onde cada vez mais as pessoas usam de forma equivocada, sem fundamentos, as pessoas estão pedindo intervenção do Estado(Justiça) para tudo, talvez a mídia como sempre tenha uma culpa fundamental para essa banalização, pois só sai na tv que fulano ganhou DANOS MORAIS , que beltrano entrou na justiça por DANOS MATERIAIS e etc, a justiça precisa frear, colocar-se no seu papel, como aplicador de leis, de caráter de boa fé e que tenham sim função social, e não para atender simples gostos e queixas pífias que nem merecia sequer uma petição.

Dia desses assistindo uma reportagem do Fantástico falando sobre máfia de próteses, eu tive a certeza do quanto a justiça brasileira está desacreditada, falida, totalmente sem créditos, onde as pessoas utilizam da própria justiça para obter lucros indevidos, arguidos de total má-fé, pedindo liminares para cirurgias dentre outras coisas absurdas que a justiça induzida ao erro e tentando assegurar o bem mais valioso do nosso Ordenamento Jurídico que é a Vida concede de imediato liminares, vejam o desabafo de um Desembargador do TJ-RS;

“Que o sistema penal do país está falido, porque no momento em que se encontram situações em que pessoas, seja que área for, profissionais, buscam o Poder Judiciário para realizar uma fraude e conseguir com isso auferir grandes lucros, significa que o sistema está desmoralizado e que estão, inclusive, brincando com o Judiciário. É lamentável”, diz o desembargador do TJ-RS, João Barcelos de Souza Júnior.

Absurdo, o Brasil do jeitinho brasileiro precisa MUDAR.

Voltando a falar do caso Rafinha Bastos, me lembrei de um apelido ao qual me chamam diariamente – GORDINHO – imagina se toda vez que alguém me chamasse de gordinho eu ficasse aborrecido e entrasse com uma ação na justiça por Danos Morais, ora eu com certeza estaria mais zombando com a justiça do que almejando que meus Direitos fossem supridos, processar alguém por me chamar de “gordinho” seria um salto muito grande, quer dizer que ninguém pode achar mais nada? Mesmo de mim as pessoas não podem achar mais nada? Será que não existe o outro lado, se eu entrar na justiça continuarei gordo, a redetv continuará ruim, não seria melhor absorver as críticas como forma de tentar melhorar? Rafinha Bastos fez apenas uma crítica auto-depreciativa, ele falou de si próprio e criticou uma escolha errada que ele fez, num programa ridículo numa TV pior ainda, hoje ele está dando a volta por cima, tem um programa de verdade e está voltando ao CQC, será que a auto-crítica que ele fez a si próprio não foi boa?

Enquanto as pessoas preocupar-se apenas com que o que as pessoas dizem, os gordinhos continuarão gordos, os feios permanecerão feios, os bonitos, bonitos. E a justiça, continuará banalizada por pessoas totalmente sem rumo e sem nada na cabeça.

 

Desperta Brasil.

 

Julio Cesar