Pré-Sal da Corrupção

Pré-Sal – O ouro-preto que enferrujou.

 

Há anos que a nossa grande Petrobrás , passa por um processo doloroso de desvalorização financeira e ética, os escândalos envolvendo funcionários do mais alto escalão da estatal, ultrapassa a linha do absurdo, a empresa que por anos foi símbolo de desenvolvimento tecnológico, profissional e acima de tudo patriotismo, enfrenta nos dias de hoje a maior crise administrativa e financeira de sua historia, acumulando de forma surreal denúncias de desvios de verbas em obras superfaturadas, compra de refinarias com preços acima do valor real de mercado: Exemplo de Pasadena, além das sucessivas descobertas que nascem da operação “Lava Jato”, responsável essa por denúncias sobre ligação entre parlamentares e empresários em contratações de empreiteiras em um período de no mínimo 15 anos, onde se desdenha uma rede de falcatruas de proporções ainda não definida.

Alguns anos atrás, uma grande noticia prestes a ser anunciada haveria de promover um marco histórico no aspecto de valorização mundial de mercado do Brasil, o anúncio da descoberta de uma gigantesca lâmina petrolífera na camada do Pré-sal,provocou ações impensadas de nossos governantes, perante a descoberta, a instituição que até então trabalhava com os pés no chão, conquistando mercado gradativamente através do trabalho e dos avanços tecnológicos, resolveu dá passos além de seu alcance, levou a leilão em pouco tempo a sua descoberta, sem ao menos ter disponível, até então, tecnologia necessária para a extração do novo “Ouro Negro”, essa ação irresponsável e prematura culminou em uma completa falta de interesse do mercado internacional, esse desinteresse foi proveniente da falta de garantias oferecidas, além da guerra governamental que se instaurou entre os estados, onde se localiza as bacias no qual se detectou as primeiras reservas, a “guerra” por porcentagens maiores nos valores distribuídos era evidente, contudo, o leilão aconteceu, o “Bolo” foi dividido de acordo com interesses políticos e por fim os resultados começam a aparecer. O problema é que os resultados não foram e não são satisfatórios, o valor pago no leilão das reservas do pré-sal não foi nem de perto o que vale de fato, tendo em vista que foram duas tentativas falhas por falta de empresas interessadas, em uma terceira e desesperada sacada surge um grupo com participação chinesa que resolve oferecer o valor minimo estipulado para a venda das reservas do pré-sal.

Passado esse momento, venho aos dias de hoje, onde os números que se apresentam envolvidos nas contas de paraísos fiscais lançados, veja só que coincidência, os mesmos que participaram de alguma forma no período pós venda do pré-sal. Levo me então a pensar sobre o assunto, a ponto de fazer-me e lhe fazer caro leitor, a seguinte pergunta: Os valores envolvidos nas transações realizadas por anos de acordo como a “operação Lava Jato” denuncia entre empreiteiras e doleiros juntos aos vários parlamentares denunciados, não dá a impressão de que tudo que esperávamos do pré-sal virou ruína? Todas as expectativas e planejamentos que a atual gestão da Presidenta Dilma nos ofereceu, deixou de existir no exato momento que o “pré-sal da corrupção” veio a tona, provocando indignação e repúdio por todo país.

Resta a nós aguardar os resultados das investigações, sabendo se que será difícil acreditar em um final com resultados concretos, punindo a todos os envolvidos e desmascarando aqueles que são os principais culpados.

 

Clério Silva

 

Posted in Notícias and tagged , , , , , , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *